Topo
Diogo Schelp

Diogo Schelp

Justiça diz, em decisão, que governo já acionou plano contra vazamento

Diogo Schelp

20/10/2019 23h06

Manchas de óleo no litoral sergipano (Foto: Adema/Governo de Sergipe)

A juíza Telma Maria Santos Machado, da 1ª Vara Federal de Sergipe, assinou neste domingo (20) uma decisão favorável ao governo federal frente à ação civil pública do Ministério Público Federal que exigia a implementação do Plano Nacional de Contingência para Incidentes de Poluição por Óleo em Águas sob Jurisdição Nacional (PNC) para combater o vazamento de petróleo que está afetando o litoral do Nordeste desde início de setembro. Caso descumprisse a determinação, pedia o MPF, a União deveria pagar multa diária de 1 milhão de reais.

Em sua decisão, porém, a juíza conclui que, pelas informações e pelos documentos fornecidos pela União, o PNC já foi instalado.

"Em suma, o PNC está instaurado, com as soluções sendo tomadas com as devidas adaptações necessárias a uma resposta ambientalmente mais eficiente ao desastre, não sendo possível ou recomendável ter 'irrestrita observância de todas as diretrizes, regramentos e procedimentos, do PNC, sob pena de diminuir a capacidade de resposta e poder contribuir para o agravamento do dano ambiental", diz a decisão, que foi assinada às 16h deste domingo.

Além disso, a juíza afirmou que o MPF falhou ao não incluir a Agência Nacional de Petróleo (ANP) e o Ibama na ação, pois caberia também a esses dois órgãos o acionamento do PNC: "Diante das informações e documentação trazidas pela União, que relatam ações que têm sido adotadas, este Juízo, por ora, intima o MPF para: 1. emendar sua inicial (prazo de 05 dias), nos termos da fundamentação e 2. especificar (prazo de 15 dias) quais ações além das que a ré informou estar implementando, requer sejam impostas, a fim de que este Juízo possa avaliar a necessidade ou não de determinar medidas outras, diante do grave acidente ecológico em questão."

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o Autor

Diogo Schelp é jornalista com 20 anos de experiência. Foi editor executivo da revista VEJA e redator-chefe da ISTOÉ. Durante 14 anos, dedicou-se principalmente à cobertura e à análise de temas internacionais e de diplomacia. Fez reportagens em quase duas dezenas de países. Entre os assuntos investigados nessas viagens destacam-se o endurecimento do regime de Vladimir Putin, na Rússia, o narcotráfico no México, a violência e a crise econômica na Venezuela, o genocídio em Darfur, no Sudão, o radicalismo islâmico na Tunísia e o conflito árabe-israelense. É coautor dos livros “Correspondente de Guerra” (Editora Contexto, com André Liohn) e “No Teto do Mundo” (Editora Leya, com Rodrigo Raineri).

Sobre o Blog

“O que mantém a humanidade viva?”, perguntava-se o dramaturgo alemão Bertolt Brecht. Essa é a pergunta que motiva esse blog a desembaraçar o noticiário internacional – e o nacional, também, quando for pertinente – e a lançar luz sobre fatos e conexões que não receberam a atenção devida. Esse é um blog que quer surpreender, escrito por alguém que gosta de ser surpreendido.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor